Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

quarta-feira

Bispos apresentam em SP relatório sobre violência no campo

Documento revela que 28 pessoas foram mortas em conflitos agrários.

Maioria dos crimes ocorreu na região amazônica, diz Pastoral da Terra.

Do G1, em São Paulo, com informações da EPTV


Integrantes do MST durante manifestação no RS (Foto: Juliana Sott/Ag Free Lancer/AE)

Os bispos reunidos na 47ª Assembléia Geral da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Indaiatuba (SP), divulgaram, nesta terça-feira (28), o relatório da Comissão Pastoral da Terra (CPT) sobre a violência no campo. De acordo com o levantamento, o número de conflitos diminuiu, mas 28 pessoas foram assassinadas em 2008.

Segundo o documento, em 2007, a CPT registrou uma morte para cada 54 conflitos. Em 2008, uma morte foi registrada a cada 42 episódios de conflito.




O encontro está acontecendo na Casa de Retiros Vila Kostka, em Indaiatuba.

No fim da assembleia, que será realizada no dia 1º de maio, um documento deve ser apresentado com as novas diretrizes apontadas pelos religiosos.

Sul do país

O geógrafo do Instituto de Geografia da Universidade Federal Fluminense (UFF), Carlos Walter Porto Gonçalves, disse que o Rio Grande do Sul é o estado que apresenta os dados mais crescentes de violência em conflitos de terra. “Esses números crescem porque a questão agrária é tratada como caso de polícia.”

A opinião é compartilhada por dom Ladislau Biernaski, presidente da CPT. "O que acontece hoje no Rio Grande do Sul, que faz com que os dados de violência nos conflitos de terra sejam alarmantes, é a falta de acesso das pessoas à terra com dignidade.”

Trabalho escravo
Em relação a outros dados, como o trabalho escravo, a pesquisa aponta crescimento nos estados de Goiás, Mato Grosso, Bahia, Espírito Santo, Pernambuco, Acre e Rondônia. Em 2007, a CPT tinha registros de 315 denúncias no estado de Mato Grosso; 10 no estado do Amazonas e 704 no Goiás. Em 2008 esses dados aumentaram de forma relevante, passando, respectivamente para 608, 867 e 85.

Ecumênico

Nesta segunda-feira (27), os religiosos participaram de uma celebração ecumênica no Auditório Rainha dos Apóstolos da Casa de Retiros.

“É com espírito fraterno de união que devemos acolher os nossos irmãos de outras igrejas”, disse o padre Elias Wolff, assessor da Comissão Episcopal de ecumenismo. A cerimônia acolherá representantes de diversas religiões como anglicanos, luteranos, presbiterianos unidos, ortodoxos e organismos ecumênicos.

Centenário

Durante a assembleia, uma sessão solene lembrou o centenário de nascimento de Dom Helder Câmara, fundador da CNBB, falecido em 1999. Cerca de 300 religiosos também participaram de uma peregrinação até Catedral da Sé, neste domingo (26), como parte das comemorações do Ano Paulino.

Dom Odilo Scherer, cardeal de São Paulo, disse que a peregrinação foi uma homenagem ao povo de São Paulo. "Foi um momento bonito do Ano Paulino em que os bispos da CNBB puderam celebrar o patrono da nossa arquidiocese. É muito significativo, dentro do contexto do dia de espiritualidade da assembleia, que falava justamente do apóstolo Paulo e da missão do bispo.”

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato