Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

segunda-feira

William Bonner e Patrícia Poeta desrespeitam o Brasil





Querido amigo Wilbur Marques

Obrigado por tuas lindas palavras a respeito de minha história de lutas aí no Rio Grande do Sul no enfretamento à ditadura civil-mediática-imperialista militar. Parabéns por tua declaração correta de votos e nos candidatos mais dignos ao governo deste Estado gaúcho, do seu representante no Senado Federal, à Câmara e à Assembleia Legislativa. Orgulho-me de tua consciência, meu amigo.

Nesta noite assisti ao Jornal Nacional da Rede Globo e pensava ver uma entrevista com a Presidenta Dilma, que poderia ser até crítica, mas respeitosa. 

Que tristeza, Wilbur. Não houve entrevista, mas uma saraivada de duas metralhadoras ensaiadas por Miriam Leitão contra a Presidenta. A falta de respeito à mandatária do País deu-se ao longo dos 15 minutos, sem tréguas.

A Globo eleva seu autoritarismo e falta de respeito ao nível máximo. Entra na casa onde mora a Presidenta, pois o Palácio da Alvorada é público a serviço do governo federal para moradia dos presidentes e, num espaço público, desrespeita a Presidenta Dilma. Bonner e Patrícia não sabem a diferença entre o que é público, sagrado por ser do povo, e os limites da empresa da qual são escravos e mandaletes bobos. Para eles, os câmeras e o diretor de produção o Palácio Alvorada é como sua privada, onde pensam que podem fazer de tudo.

A Globo, ao enviar seus empregados a desrespeitar a Presidenta, tenta atropelar, no território de um poder de Estado, aquela que odeia e quer ver derrotada nas eleições.

Bonner e Patrícia usaram de mentiras e mistificações como base de seus desaforos em forma de perguntas. A partir de simulacros como o apelidado mensalão do PT apresentam um conceito manipulador de corrupção. Sabem que aquele teatro foi uma montagem da mídia, criando um presidente modelo traição aos negros e pobres, o fraco e estúpido Joaquim Barbosa, para afirmar que há corruptos condenados pela corte máxima da justiça. Bonner e Patrícia, de forma deselegante, agrediram a Presidenta e a inteligência nacional, sem titubear em face das armações feitas para prender líderes inocentes e patriotas guerreiros. Sim, todos os cidadãos de bem deste País sabem que Genoíno, Delúbio, Dirceu, João Paulo e Pizzolato são inocentes e injustiçados.

Bonner e Poeta não se referiram às corrupções promovidas pela Globo quando manipula as notícias, quando se torna partido político de oposição, exercendo função que não cabe à mídia, sempre com base em alianças espúrias das mais sórdidas e sujas possíveis.  Bonner e Patrícia não se referiram à corrupção da empresa que os emprega ao roubar impostos devidos ao Estado. Roubar, e muito, cujo assalto é de conhecimento público a partir da Receita Federal. 

Os dois jornalistas, cujos olhos e expressões corporais ensaiadas certamente por algum diretor de novelas da empresa, mostraram ódio e desprezo pela Presidenta Dilma, eleita pela maioria de nosso povo. A situação foi tão grave que Patrícia Poeta chegou ao ponto de apontar o dedo indicador da mão direita à Presidenta, em tom ameaçador, como mostra a foto que ilustra esta carta. Daí diz que em 12 anos o governo não fez nada pela saúde, mentindo clara e descaradamente. Nessa mentira ignora propositalmente os milhares de irmãos brasileiros abandonados pelos médicos conservadores CRM, que fazem da saúde negócio espúrio para enriquecer, que foram beneficiados pelo programa “Mais Médicos” consignado pela Presidenta Dilma. Também não mencionaram que a direita golpeou o projeto de saúde do Presidente Lula ao derrubar no Congresso Nacional a CPMF e, com isso, retirar da saúde mais de 40 bilhões de reais. Não disseram que nenhum governo neoliberal nem da ditadura se interessou pela saúde pública porque seus interesses sempre se ligaram aos altos lucros da indústria, do mercado farmacológicos e das clínicas que atendem a elite dominante, sem investimentos na saúde dos pobres.  Essas corrupções Bonner e Patrícia não mencionaram. Quem é Patrícia Poeta para levantar um dos dedos para a Presidenta Dilma? Em nome do que ele fez tal barbaridade, se não da prepotência e da arrogância encomendada por seus patrões desonestos?

Os dados do campo econômico, nos quais basearam as agressões os falsos jornalistas, que tentaram massacrar a Presidenta, também foram lamentáveis. Alguns sites altamente informados já denunciam que a orientação veio da fracassada comentarista de assuntos econômicos da Globo, dona de uma rede de faculdades particulares no Vale do Jequitinhonha, uma das regiões mais pobres do Brasil, onde explora educação de baixa qualidade como produto de mercado,  a plastificada e botox Miriam Leitão. Foram perguntas mentirosas, indutoras de que o Brasil parou, de que não há crescimento, emprego, afundado na inflação etc, tudo embalado pela urubologia pessimista. 

Enfim, a falta de respeito em forma de novela contra a Presidenta Dilma foi um dos maiores sinais de que este País e as lideranças políticas e nossos movimentos sociais precisamos criar vergonha e pressionarmos pelo marco regulatório da mídia. Uma concessão pública não deve ser usada por setores tão criminosos e desrespeitosos com o povo e com a democracia como o que assistimos nessa noite. Essa gente que falava fino com os ditadores fascistas, com os neoliberais entreguistas não pode mais querer falar grosso com quem representa nossas lutas e nossos avanços.

Abraços críticos e fraternos na luta pela justiça e pela paz.

Dom Orvandil: bispo cabano, farrapo e republicano, em solidariedade com a Presidenta Dilma, desrespeitada por William Bonner e Patrícia Poeta.




As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato