Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

terça-feira

Deputada Manuela D’Ávila e o Pastor Silas Malafaia, nada a ver


Prezada Deputada Manuela

Declaro aqui minha profunda admiração por ti e pelo grande compromisso que tens com nosso povo brasileiro, principalmente com os trabalhadores. És a deputada mais bem votada no Rio Grande do Sul. Ao te candidatares a Prefeita de Porto Alegre foste muito bem votada, embora não te elegesses. No momento as pesquisas te colocam com vantagens à frente de todos os candidatos como prefeita de nossa capital. Certamente eleger-te-ás Prefeita e farás por Porto Alegre, ao lado de seu povo, o melhor na realização de projetos que atendam necessidades não atendidas por outros governos. Certamente te encaminhas ao Palácio Piratini como governadora, também.

Companheira Manú, como todos te chamam, és um grande ser humano. Estivemos juntos algumas vezes. Na última em que nos encontramos foi numa convenção em Caxias do Sul, em 2009. Irradias alegria e esperança nos contatos com as pessoas e, principalmente, com a juventude. 

Pois bem, grande deputada, li a mensagem que escreveste no teu blog, intitulada “Deus e seu oposto” (http://bolademeiaboladegude.blogspot.com). Ali te referes a essa interpretação que algumas pessoas fazem, principalmente as neoliberais e conservadoras, de que somos possuidores de idéias boas ou más e ponto. Como se não houvesse compromisso ideológico, mas apenas idéias boas ou más. Como se fôssemos seguidores de Deus ou do diabo e fim de papo. Referes-te ao embate que travavas com o ex-ministro Paulo Renato de Souza, considerando-o representante do atraso político.   

Concordo plenamente contigo. Paulo Renato de Souza representou no governo Fernando Henrique Cardoso as piores idéias, que desgraçadamente traduziu no campo da educação e as impôs a todos nós, cujas consequências graves ainda vivemos. Não é pelo fato de ele ter morrido que virou santo. Foi conservador, viveu conservador e morreu no atraso, sempre com sua mente voltada para o norte, sempre com a coluna curvada aos interesses dos Estados Unidos. Assim é seu amigo e chefe Fernando Henrique Cardoso. Quando FHC morrer será venerado pelos conservadores, exaltado pela mídia que odeia o povo e o desenvolvimento. Mas nós não esqueceremos que ele traiu o Brasil, que foi responsável pelo desemprego de milhões de brasileiros, pela subserviência de nosso País aos interesses internacionais. Nunca esqueceremos que ele vendeu a Vale do Rio Doce e quase entregou a poderosa Petrobrás à sandice e fome americana. Ele não foi santo nem o será quando morrer, mesmo que a mídia alienante fabrique imagens “emocionantes” dele e tente fazer propaganda de suas perversas e impatrióticas idéias. É desprezível essa atitude da elite dominante de exaltar seus servidores como se fossem santos e perfeitos. Não são, Manú. Não são. O povo os despreza na vida e na morte. Eles são incapazes de fazer autocrítica, de se arrepender, de reconhecer seus erros e de se converter à justiça  e aos direitos do povo.  

Mas o engraçado, querida Deputada Manú, é que enquanto lia teu blog assistia pela TV o gritão e autoritário pastor Silas Malafaia. Ele também acredita que as pessoas são possuídas por Deus ou pelo diabo. Ele falava de um texto bíblico referente ao rei Davi. Entre algumas barbaridades que disse, fazendo uma bagunça na mistura de textos do Velho Testamento, dos Profetas, dos Salmos, do Novo Testamento, das Cartas dos Joãos, de São Paulo etc, como se tudo fosse a mesma coisa, disse que Davi fazia a vontade de Deus. Lá pelas tantas disse que não se  pode criticar um pastor, porque ele é revestido pelo poder de Deus e ninguém tem autoridade para criticá-lo. Isso é o supra sumo do autoritarismo. Ora, para Silas um pastor está acima do bem e do mal e não pode ser criticado. Sempre está certo. Engraçado que os Papas João Paulo II e Bento XVI também pensam assim. Os donos da verdade pensam e agem assim. Não dão ouvidos para ninguém.Não conhecem crítica nem imaginam que podem errar. 

Outra coisa interessante na fala do autoritário e gritão pastor Silas Malafaia é quando ele, ao combater os homossexuais, diz que o faz como cidadão. Penso que de certa forma ele tem razão. Tem mesmo o direito de lutar por suas idéias. Mas que fique claro que Silas é reacionário. Nunca ninguém o viu lutando pelos trabalhadores, na defesa dos injustiçados, não o vi manifestar-se contra os matadores de líderes camponeses no Pará e em outros lugares do Brasil, nunca o vi defender a causa das mulheres. Ele disse que ama os homossexuais, que apenas odeia o homossexualismo, mas nunca o  vi lutar contra a matança de homossexuais no Brasil. A estatística desses crimes hediondos  é assustadora. Mas a José Serra, candidato derrotado dos conservadores e vendilhões do Brasil à Presidência da República, o pastor que baba de ódio contra os que discordam dele, defendeu em campanha eleitoral gratuita pela TV e pelo Rádio. Um amigo meu da igreja dele, bem informado, me garantiu que Silas fez isso em troca da promessa de Serra de que lhe daria um canal de TV, caso vencesse as eleições. Ser pastor popi internacional é o maior sonho de Silas. A realidade que se lasque.

Pois é, esse é o gritão pastor Silas Malafaia. Ele não vê na Bíblia nada que defenda a justiça. Ele não diz e não faz nada pelo povo. Ele, como excelente vendedor de livros, mostra luxo e riquezas em seus programas de Tv, nada diferentes dos lautos jantares das famílias abastadas das novelas da Globo. 

Já ouvi e assisti pregações do saltitante pastor conservador dizendo que Deus lhe falava que nas multidões para quem pregava estavam pessoas que um dia assumiriam postos elevados no poder da República. Penso cá com meus botões: será que Silas alimenta a idéia de que um dia algum evangélico conservador, moralista e reacionário assuma o governo central para privilegiar a classe dominante, contra os pobres e trabalhadores, como já aconteceu em outros Países da América Central? Será que ele gostaria que um desses pastores que ele protege e venera como santos, acima da crítica, fosse presidente e privilegiasse gente como ele e a apodrecida elite brasileira? 

Honestamente, Manú, não creio na sinceridade desses pregadores do tipo do gritão Silas Malafaia. Não creio na leitura que eles fazem da Bíblia. Não gosto das sua pregações, dos ternos luxuosos deles, dos estúdios de TV dignos de palácios de onde geram seus programas alienantes, que impressionam apenas os incautos. Esse tipo de gente não gosta de povo. Amam sim  os dízimos e os aplausos do povo e nada mais. Não são democráticos. Silas Malafaia é um pastor burguês, conservador e apoiador de idéias do deus capital. Ele não te nada a ver com o Jesus de Nazaré. Ele desdenha das pessoas simples e do povo. Basta que se preste atenção nas ironias que faz em suas pregações para se perceber o que ele pensa.

Prefiro tua luta, minha cara Deputada Manuela. Tu cheiras a povo, a mulheres, a trabalhares. Disseste que és socialista porque não admites que um ser humano recolha alimento no lixo. Jesus de Nazaré também não adimitia. Os sonhos de Silas Malafaia são os do capitalismo ou de um mundo na estratosfera, os teus são com um mundo onde não haja mais explorados nem exploradores, aqui na história.

Avante, minha futura Prefeita. Ah, o Silas? Ele tem pernas curtas. Aguardemos. A verdade é sempre justa e vencedora. Abraços.

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato