Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

terça-feira

Lula quadrúpede e Dilma prostituta




Choquei-me com  a designação de quadúpede dada pelo “Estadão” há alguns dias ao Presidente da República. A grosseria teria se dado por causa da posição de Lula sobre o desenvolvimento dos países latino-americanos quando disse: “Não podemos ser uma ilha de prosperidade cercada por um mar de pobreza e injustiça social”.
No fundo, essa imprensa direitista, muito bem representada pelo Jornal O Estado de São Paulo, alimenta ódio de classe pelo Presidente Lula. Não tolera que um torneiro mecânico ocupe o maior cargo da república. Muito menos aceita que Lula represente o início de transformações em favor do povo, que essa elite odeia e teme. Muito menos que o Presidente se preocupe com a pobreza e as injustiças em que vivem nossos irmãos latino-americanos. Os que se apresentam bem trajados, bem formados, bem alimentados e corados não podem ler nem ouvir nada sobre nossos irmãos que sobreviviam aqui no Brasil abaixo da linha da miséria,  promovidos à condição de consumidores e de eleitores que ajudarão a decidir que projeto de desenvolvimento  serve para o Brasil. Os donos desse jornal e seus jornalistas odeiam o povo, os trabalhadores e Lula. Suas palavras, notícias e artigos destilam preconceitos, muito próprios aos fariseus.
Para completar o ódio, a Folha de São Paulo, conservadora e direitista também, se saiu com uma “pérola” ao chamar a candidata Dilma de prostituta. Chegou até a elaborar a charge acima para ilustrar a  barbaridade que disse. Felizmente providências jurídicas foram tomadas contra essa sandice.
Penso que é importante identificarmos a mídia, já denominada de PIG (Partido da Imprensa Golpista), como causadora de distorções grosseiras e violentas da realidade. Suas avaliações têm certa repercussão na opinião pública, sempre danosas e mentirosas. Conheço pessoas de má e de boa fé que assinam, compram e lêem esses jornais e revistas da elite dominante. No final do ano passado um nazista suiço, a cavalo de uma notícia do Estadão, me jogou na cara críticas infundadas contra setores de nossa política brasileira. Tipos como esse não me preocupam, mas é lamentável que opiniões dessa mídia, que se transformou em partido no Brasil, distorçam os fatos, mintam sobre pesquisas eleitorais e enganem muita gente.
Concordo com os que pensam que uma das reformas a ser enfrentada a partir do ano que vem é a das comunicações. A imprensa não deveria ter liberdade de mentir e de desrespeitar, mas de servir ao bem público. A imprensa deve ser controlada pela sociedade e pelo Estado e não por grupos e por famílias da classe dominante, cheia de ódio e de notícias injustas.

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato