Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

segunda-feira

Golpistas provocam a Nação a uma insurreição popular




Dom Orvandil: bispo cabano, farrapo e republicano.

Caríssmo Deputado Marco Maia


Muitos setores do povo brasileiro cultivamos a clara consciência do momento que vivemos: das contradições e riquezas da conjuntura. Por um lado, as intermitentes provocações e agressões da mídia venal, covarde e emboletada com as máfias nacional e internacional dos que se acostumaram a manipular os poderes da República a favor da estupidez de seus egoísmos.  O nível do desrespeito a que chegaram é insuportável e roçam nas tampas da revolta popular. Suas assacadas dirigem-se a intimidades de nossos líderes, injustamente atacados, sem direito e sem espaço à defesa. 


Desse mesmo lado coloca-se servil o Supremo Tribunal Federal. Interessante, o abjeto Joaquim Barbosa diz em seu Twitter que “Enganaram-se os que pensavam que o STF (Supremo Tribunal Federal) iria ter um negro submisso, subserviente que muitos se enganaram pensando que ele seria”. Ora, essa frase é pura balela. Joaquim Barbosa nos enganou, não fomos nós que nos enganamos com ele.  Esperávamos que como negro e filho de trabalhadores honrasse suas raízes e não julgasse nem condenasse sem provas, principalmente os líderes que sempre lutaram ao lado do povo brasileiro contra as injustiças. Enganamo-nos com Joaquim Barbosa e com os que bebem em suas mãos sujas de injustiça, pois ele tornou-se subserviente sim aos donos da casa grande, aos donos da mídia mentirosa e manipuladora. Ele nunca buscou a verdade e a justiça nos autos. Ali não encontrou provas e então julgou e condenou com base no acho que, talvez os réus tenham infringido as leis ou, como ele mesmo disse, com base no “meu sentir”. Não sou eu que digo isso, mas os melhores e mais abalizados juristas e intelectuais brasileiros, a quem reverenciamos pelo notório saber. Joaquim Barbosa e outros juízes do STF provocam os brios de nosso povo. A provocação subiu a níveis intoleráveis agora com o atropelo ao Poder Legislativo Federal e da Constituição Federal ao atribuir-se o STF a prerrogativa de caçar mandatos de parlamentares, coisa nunca vista antes no Brasil. Pior, o mentalmente gripado Celso de Mello chegou a fazer ameaças à Câmara dos Deputados. Disse que quem não obedecer à decisão do STF fere a ordem democrática. Usa a palavra democracia para encobrir o autoritarismo e a falta de respeito de que foi afetado pela gripe covarde que o atingiu. Basta! Não é mais possível que nos curvemos a este tipo de gripado e provador que usa mal o cargo que a República lhe concedeu para fazer justiça e não para perseguir a democracia. Basta! O STF acabou de jogar sobre si a última pá de desmoralização. Basta!

Claro, nunca pensaremos como um pastor que acabou de me ligar. Disse-me: “sinto tanta vergonha e raiva do Joaquim Barbosa e do Celso de Mello que tenho vontade de colocar uma bomba lá no STF.” Isso é bobagem, eu lhe disse. O que temos que fazer agora é mobilizar nosso povo brasileiro em defesa da Constituição Brasileira. Nessa hora temos que ser Brizolas. Lembremos-nos do grande patriota gaúcho Leonel de Moura Brizola, que criou a Rede da Legalidade para defender a posse de João Goulart, que a mesma laia de agora naquela época bateu às portas dos quartéis para envidar o golpe, felizmente abortado pela povo sob a liderança de Brizola e de outros. Está na hora de Lula ir às ruas com o povo. Está na hora das organizações partidárias que sustentam o governo federal investir no levante popular contra o golpe ensaiado pelos gripados covardes. 

Não esqueçamos, jamais, de que os golpistas há pouco usaram as Forças Armadas, que têm missão de defender a Nação de ameaças externas e internas, para golpear a democracia e o povo. Não há dúvidas de que as ratazanas tentam sair dos esgotos novamente para viabilizar o golpe através do Supremo.

Temos que ir às ruas para reforçar a resistência do Congresso Nacional no sentido de que Marco Maia, Presidente da Câmara dos Deputados, se sinta respaldado e sem culpa para não aceitar a interferência indevida dos gripados golpistas. A partir daí teremos mais uma missão: a de limpar o STF do mau cheiro da casa grande e viabilizar outra forma de escolha de ministros mais justos e adequados à democracia. Assim como as Forças Armadas não comportam mais comandantes fascistas e de direita a justiça não deve comportar ministros fracos, que lá chegam sob muita bajulação e articulações subservientes.  

Chega o momento de mais um passo em direção à insurreição nacional e popular. Os provocadores pedem uma atitude mais forte dos que verdadeiramente são fortes: nós, o povo brasileiro. 

Respeitosamente, com ardor patriótico e democrático, abraços críticos e fraternos.

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato