Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

sábado

O companheiro partidário de Marconi Perillo, José Serra, prova que o rabo da Veja é imensamente comprido


 

Os Amigos do Presidente Lula

Hoje (6) as 14hs, na sala de audiências da primeira vara criminal do Fórum do Paranoá, em Brasília, o diretor da revista Veja Policarpo Jr. presta depoimento como testemunha de defesa do réu José Serra (PSDB/SP).

O tucano é réu na Ação Penal nº 6376-20.2010.6.21.0111, que corre na 111ª Zona Eleitoral do Rio Grande do Sul, por crime de calúnia, decorrente das baixarias perpetradas na campanha eleitoral de 2010. Quando pedia votos no Rio Grande do Sul, deu entrevista ao jornal Zero Hora, repetindo calúnias sem noção contra o PT, acusando o partido de envolvimento com o narcotráfico, através das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

Para tentar escapar de condenação, Serra recorreu à Policarpo como testemunha. Presume-se que Serra queira usar 'reporcagens' da revista como álibi para suas baixarias.

O fato derruba a desculpa do deputado Miro Teixeira (PIG/RJ... ops... PDT/RJ) e do PMDB de que testemunho de jornalista violaria a liberdade de imprensa.

Em 2005, Policarpo já prestou depoimento favorável ao bicheiro Carlinhos Cachoeira, na Comissão de Ética da Câmara dos Deputados.

Recentemente, o juiz federal Alderico Rocha Santos relatou que, quando a atual mulher de Cachoeira o ameaçou, disse que Policarpo era empregado do bicheiro e teria elaborado um dossiê contra o juiz, para ser publicado na revista Veja. Provavelmente Policarpo será convocado a depor em juízo sobre este episódio.

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato