Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

terça-feira

Abaixo os juros e CPI contra o ditador de araque




Caro Amigo Antonio Braga

Foi muito bom te reencontrar hoje pela manhã. Colocarmo-nos em dia com pessoas amigas, principalmente quando são tão competentes, atualizadas e engajadas na luta por mudanças, como é o teu caso, é sempre edificante e construtivo. Geralmente não compartilho a bomba e a cuia de chimarrão com ninguém, a não ser com pessoas de minha intimidade, mas contigo foi inevitável. Afinal, a comunhão que nos alimenta na luta é profunda e geradora de confiança. Foi revitalizante te reencontrar.  Sempre ensino para meus alunos de filosofia que a amizade – philon – ,que historicamente sobrevive como ponte que liga as pessoas à profunda comunhão e afeto, passa por algum projeto absoluto que as una e imante. Ver em ti essa paixão pelo povo, pelo Brasil, pelo próximo, pelo desenvolvimento com distribuição de renda e de riquezas me faz sentir forças que rejuvenescem e revigoram as energias para o trabalho na construção da nova sociedade e a agradecer a vida por contar com um amigo tão nobre assim. Obrigado, tchê. 

Dois pontos integraram nossa conversa. 1. A enorme tarefa do Banco Central do Brasil nesses dias 18 e 19 de outubro; 2.  A barbárie praticada pelo Governador Marconi Perillo em Catalão-Go, nesse final de semana, contra um Irmão de Ordem Religiosa e líder comunitário.

1.     Amanhã, quarta-feira, dia 19 de outubro, que ficará na história do Brasil, tome a decisão que tomar, pela definição da nova taxa de juros que o COPOM (Comitê de Política Monetária), ajudará o Brasil a avançar, apesar da crise capitalista internacional ou manterá o obstáculo ao desenvolvimento e contribuirá com a catástrofe que se aproxima de nós, dos pontos de vistas econômico, social e político.  Ora, os juros praticados no Brasil, sustentados pela percepção caolha e safada de Henrique Meirelles, obediente aos bancos nacionais e internacionais, são os mais altos do mundo. Tal posicionamento só favoreceu a sangria de nossos recursos nacionais, para sustentar as aventuras e loucuras dos egoístas e perversos donos dos capitais voláteis que circulam pelos paraísos fiscais e bancários. Ora, esse dinheiro é roubado de nossa saúde, de nossa educação, de nossa agricultura familiar, de nossas indústrias nacionais, de nossa segurança, de nossas Forças Armadas, de nosso desenvolvimento, para encher as burras de uma dúzia de famílias, que se acham donas do mundo. Esses juros altos são gritantes injustiças.

     Felizmente nossos/as patriotas não dormem. Amanhã o Banco Central em Brasília e seus escritórios em todo o País amanhecerão cercados por trabalhadores/as, estudantes e  mulheres em legítima pressão para que os juros despenquem a níveis justos. Ontem presidi uma reunião na qual as mulheres anunciaram grande mobilização rumo a Brasília. Seu discurso é o de que ninguém entende mais de juros altos e sem vergonhas do que as mulheres. Elas sabem quanto custam os alimentos e demais gêneros de primeira necessidade. Elas se mobilizam em grande número em torno dessa luta. Ouvi discursos interessantes no sentido de sensibilizar as dondocas e prisioneiras de maridos, ex-maridos e filhos a que amanhã larguem tudo em favor de luta muito maior. Os/as empresários/as deveriam liberar seus/suas trabalhadores/as para que se somem as multidões à frente dos escritórios do Banco Central. Não adianta nada as empresas funcionarem amanhã para quebrarem em seguida e desempregarem em massa, se os juros se mantiverem altos como mecanismo de transferência de renda para as mãos dos poderosos.  A TV Globo iniciou campanha pesada contra a baixa dos juros. Com a maior falta de vergonha ainda diz que os salários é que causam inflação. Portanto, nossa luta é árdua e se depara com inimigos poderosos, mas cujos pés são de barro e começam a rachar.

2.       Outra coisa, meu amigo, que ocupou nossa conversa enquanto sorvíamos nosso amargo, compartilho aqui com meus/minhas queridos/as blogueiros/as,  foi a vergonhosa barbaridade que esse governador de Goiás fez nesse final de semana. Empurrou, xingou, ofendeu e humilhou pessoalmente, com ajuda de seus capangas e jagunços,  Leonardo Bueno, Presidente da Irmandade responsável pelas Congadas de Catalão. Abaixo posto vídeo que mostra a baixaria de modo explícito. Vê-se que Leonardo é massacrado por “seguranças” do “governador”. Mais: o senhor Perillo desonrou o cargo de governador ao ser desrespeitoso no ambiente em que era celebrada uma Santa Missa. Ele pecou duplamente: desrespeitou uma pessoa de modo violento e covarde e ainda hereticamente derramou ódio num ambiente sagrado. Por isso o povo o expulsou chamando-o de vagabundo.

     Aliás, dizem por aqui que Maroni Perillo anda muito nervoso e estressado. Contam até as causas de seu nervosismo. Por exemplo: quanto custou sua campanha eleitoral para governador?  Quem a financiou? Em que nível está a pressão que seus “financiadores” fazem para receber a contra partida de seus “investimentos”? Os setores da educação, da saúde, da segurança etc não concordam que o “seu” Perillo retire deles os recursos minguados a eles destinados com o objetivo de pagar as dívidas com seus “investidores”, por isso dedica-se a empurrar e a humilhar as pessoas? 

    De qualquer maneira, Antonio, o senhor Marconi Perillo se comporta de modo covarde e sujo. Como um governador se dirige a um lugar público, amparado por jagunços, para afrontar uma liderança popular, querida do povo e responsável pelo que faz, só porque se nega a lhe puxar saco no palanque, negando-se a elogiar e a agradecer o vaidoso por migalhas que são do povo, que esse tipo de governante manipula para o sustento de suas atrocidades, arrogâncias, estupidez e egoísmo? 

     Lamentável ainda é que a mídia e jornais não noticiaram a afronta praticada por esse ditador de araque, sem respeito ao povo e a democracia. Por que não noticiaram? Foram comprados e calados? Quem os comprou?

     Pois é, esse senhor é conhecido por praticar truculências e calar quem discorde dele. É famoso o caso de um jornalista daqui que ficou deficiente de tanto apanhar a mando desse ditador. Será que ele mandará me bater e intimidar, também?

     Posto o vídeo abaixo. Abraços e até a próxima chimarreada, se Marconi Perillo não acabar comigo. Solidariedade ao Irmão Leonardo Bueno e parabéns por não se intimidar com a cara feia desse covarde!



As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato