Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

sábado

Provocação da ira popular por justiça







Caro Pastor Ciloni



O meu querido amigo pastor metodista Octávio Alves Filho, que mora e atua em São Paulo, me enviou essa matéria que posto abaixo. O conteúdo dessa denúncia é de chocar e encher a gente de indignação. Ora, os trabalhadores e os empresários que crêem no Brasil trabalham pondo o coração no bem do nosso País e dos brasileiros e não para sustentar a preguiça de agiotas e sugadores da energia e da riqueza nacionais. O que se lê nesse levantamento do deputado Fernando Ferro, além de ser suficiente para um levante popular e uma guerra civil, mostra algumas causas da indigência de muitos setores de nosso povo, empurrado para a miséria e o abandono.



Ontem à noite, numa sexta-feira depois de um dia e uma semana opressivos e cansativos, numa prova de filosofia com meus alunos da faculdade onde leciono, eu lhes disse que me orgulhava muito deles por saber que são trabalhadores. Meu orgulho vem do fato de que me deparo com jovens que trabalham todos os dias para alimentar a máquina econômica que gira este País. Porém, alertei-os que eles merecem muito mais do que recebem pelo trabalho que prestam a essa sociedade e a isso que os neoliberais adoram chamar de mercado. Um dos merecimentos deles é o de receber ensino gratuito e de alta qualidade. A luta pelo ensino gratuito e de qualidade em todos os níveis deve continuar até que se atinja esse objetivo. 



Tu, meu amigo Ciloni, me orgulhas. És um pastor evangélico. Todavia, deferente mente de outros que vivem à custa de pesados dízimos arrancados dos humildes à base de chantagem emocional e com ameaças de pragas de demônios e do inferno, vives do trabalho. És um motoqueiro como muitos dos teus colegas trabalhadores que estudam no noturno. Tu e tua esposa se dirigem de moto todas as noites à faculdade, embora, às vezes,  , veja vocês dois muito cansados. Nas salas de aulas participas e debates ativamente com rigoroso respeito, mas sem omitires o que pensas. Poderia ser diferente para ti e para milhões de estudantes brasileiros se não houvesse a barbaridade que lerás na notícia abaixo, que, aliás, não recebeu nenhum destaque da mídia dominante. O roubo do dinheiro produzido pelo povo e pelos empresários nacionalistas é de tal monta que, sem nenhum exagero, faz falta para a saúde, para educação, para a habitação, cujos problemas tão graves já seriam resolvidos há décadas se essas e outras sangrias não impedissem. É de estarrecer e de dar dor de barriga ao sabermos que o dinheiro roubado pela indústria e pelo comércio farmacológico é de tal volume que impedem as soluções de todos os problemas da miséria e da pobreza no Brasil. Os pregadores de TV, evangélicos e católicos, jamais falaram nisso nem a mídia pró imperialista noticiou. Por que será? Enquanto pregadores gritões, emocionalistas sem conteúdo, gritam contra problemas morais, sempre prontos a crucificar gays, pobres e negros, os verdadeiros ladrões dos bens do povo continuam a agir e a roubar bilhões de reais apoiados pelos gritões e pelos defensores da "ordem" pública. Enquanto os "Joaquins" Barbosa presidem a justiça brasileira de modo mentiroso, inventando julgamentos e condenações sem prova, os ladrões poderosos continuam de lombo folgado a roubar a justiça e a paz de nosso povo. 




Lê abaixo a grave denúncia do deputado Fernando Ferro e te revolta, meu irmão, por favor! Peço que divulgues essa matéria aos teus contatos. Isso sim é importante.




Abraços críticos e fraternos na luta pela justiça e pela paz.




Dom Orvandil: bispo cabano, farrapo e republicano.

**********************************************************************************

Fernando Ferro questiona silêncio da mídia brasileira sobre agiotagem internacional

Esses dados foram levantados pela Tax Justice Network, uma organização que verifica como são cobrados os impostos e como são tributados nos diversos países e divulgados pelo sistema BBC de comunicação.

Por Jonas Tolocka - Câmara
Sexta-feira, 12 de abril de 2013



O deputado Fernando Ferro (PT-PE) questionou o silêncio dos veículos de comunicação sobre o que ele chamou de “ciranda da agiotagem internacional”. Ferro denunciou que 521 bilhões de dólares saíram do Brasil e estão em paraísos ficais. “Isso é um dado assustador!”. De acordo com o deputado, o montante equivale a quase um terço do PIB brasileiro.

Segundo Fernando Ferro, os principais setores que alimentam os paraísos fiscais são: mineração, petróleo, indústria de fármacos, transportes e comunicação. “Vejam bem, dos setores de comunicação. Isso talvez explique porque algumas notícias na mídia brasileira passam totalmente despercebidas e são secundarizadas propositadamente”, disse.

Fernando Ferro lembrou que esse dinheiro seria suficiente para acabar com a miséria no Brasil, suficiente para promover justiça social, financiar a educação, a saúde e a previdência social. “No entanto, aqui só se fala dos altos impostos e coisas do tipo”, considerou.

O deputado informou que dos 20 principais países que enviam dinheiro para paraísos fiscais, o Brasil está em quarto lugar. A China é a primeira colocada com 1,1 trilhão de dólares seguido da Rússia e da Coreia do Sul ambas com cerca de 800 bilhões de dólares.

Esses dados foram levantados pela Tax Justice Network, uma organização que verifica como são cobrados os impostos e como são tributados nos diversos países e divulgados pelo sistema BBC de comunicação.

Os bancos citados como responsáveis pela movimentação são o Bank ofAmerica, o Goldman Sachs, o JPMorgan e o Citibank. De acordo com Ferro, são dados extraídos dos bancos centrais de todo mundo “Esse debate pouco se faz nesta Casa. Está na hora de haver maior reflexão sobre o sentido desse acontecimento, falta essa investigação”, afirmou o deputado.


 





As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato