Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

sexta-feira

O problema é a saúde ou é o Prefeito?







Caro candidato José Netho, do Partido Pátria Livre
 
Infelizmente nesse ano não tive condições de participar da campanha eleitoral em virtude de problemas de saúde que me surpreenderam.  É o primeiro ano que não exerço em profundidade o meu direito à cidadania, participando da campanha eleitoral, lamentavelmente. 

Sempre assisto a teus programas e entrevistas de TVs. Aprecio muitas das propostas de teu plano de governo. A que debateste ontem referente à saúde me parece que atinge profundamente o problema da população de Goiânia, que é semelhante à maioria das cidades brasileiras. 

Noutro dia escrevi aqui uma carta ao atual Prefeito, Paulo Garcia, que busca a reeleição. Relatei-lhe o caso de uma pessoa que se sentiu constrangida num posto de saúde porque o médico nem lhe olhou no rosto, pedindo-lhe apenas que respondesse a umas 3 ou 4 perguntas com os advérbios “sim” e “não”. Após, passou-lhe a receita de um remédio e uma batelada de exames. Na recepção do posto uma atendente mal humorada, que sem olhar para o paciente, sem lhe dar orientações distribuiu alguns exames para o laboratório da PUC e para outros postos extremamente distantes e de difícil acesso. Lá saiu a pessoa enfraquecida e doente, caindo, quase desmaiando com o enorme calor que faz aqui.

Atendendo a solicitação do médico levou-lhe os exames para que visse e finalmente começasse a tratá-la. Mais uma decepção: a mulher mal humorada informou-lhe somente depois de toda a “via crucis” que deveria marcar o retorno através do teleconsulta, que nunca dispõe de vagas imediatas e em postos próximos à residência dos interessados. A paciente assim procedeu, recebendo da tele atendente a orientação de que ela fez certo ao levar os exames para o médico sem agendar o retorno. O paciente insistiu que a orientação é de agendar previamente. A tele atendente pediu que aguardasse um instante, demorando-se para falar novamente. Após algum tempo marcou nova consulta para outro posto e para outro médico. Lá foi a pessoa com os exames. Desta vez foi atendida por um médico mais receptivo, que olhou para seu rosto. Pediu-lhe novos exames. Desta vez para fazê-los no Sindicato dos Empregados do Comércio. Ao se dirigir ao laboratório a pessoa submeteu-se a uma evidente agenda que colocava sua solicitação no fim da lista de espera, numa clara seleção dos atendidos pelo SUS e pelos postos de saúde, dando prioridade aos que pagam os preços comerciais dos laboratórios particulares, aos quais os convênios públicos se submetem.

Esses são os problemas, caro candidato a Prefeito José Netho. Os agendamentos obedecem à lista de espera, privilegiando os planos privados, que são priorizados em detrimento dos/as trabalhadores/as, que apostam e dependem da saúde pública. 

Na carta que escrevi ao Prefeito Paulo Garcia lhe disse que meu interesse não é o de insinuar alguma solução demagógica e eleitoreira aos candidatos de direita e marconistas como Jovair Arantes, esse com uma propaganda escandalosamente demagógica, tanto que mereceu uma ação de Ministério Público, nem de Elias Júnior, também apoiado pela turma de Marconi Perillo, suspeito de envolvimentos com Carlos Cachoeira nem com Simeyzon, apoiado pelo direitista proprietário Ronaldo Caiado e o confuso Vanderlan Cardoso. Não, minha crítica é no sentido de que quem governa na perspectiva do desenvolvimento com distribuição de riquezas e de renda resolva os problemas da saúde, como um bem social e democrático. 

No teu plano de governo, José Netho, a proposta para a saúde atende a necessidade retratada por minha crítica ao atual Prefeito. Propões aperfeiçoamento dos atendimentos médicos com a realização dos exames clínicos nos próprios locais e entrega de medicamentos, atualmente ausentes nos postos de atendimento. Tua proposta resolverá boa parte dos problemas, evitando maltratar as pessoas, submetendo-as a verdadeiras viagens para realizar exames clínicos.  

É evidente, candidato, que me refiro agora a apenas esse ponto de teu programa, que oferece propostas a muitos problemas a uma cidade grande como Goiânia. 

Parabenizo-te por participares de luta tão importante como a política que busca construir caminhos para a construção de condições de uma cidade mais humana e capaz de satisfazer as necessidades essenciais de seus/suas cidadãos/cidadãs. Num mar de alienação, de contravenção e malversação política é muito bonito ver-se um jovem dedicar-se ao bem social, entregando sua vida ao povo. 

Tua candidatura merece a consideração e votação do povo de Goiânia. 

Abraços críticos e fraternos.

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato