Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

quinta-feira

Suicídio de aposentado gera onda de protestos violentos na Grécia

É este tipo de crise e de delapidação do partrimônio público e social que gente como Fernando Henrique Carodoso, José Serra, Aécio Neves, Marconi Perillo, João Campos, Fábio Sousa, Demóstenes Torres querem para o Brasil.  Aqui em Goiás Carlos Cachoeira era seu mentor principal.

Graças ao patriotismo de nosso povo brasileiro nos livraremos cada vez mais dessa chaga. Há muito por fazer, mas o caminho é construído ao caminharmos.

 

Homem de 77 anos se mata com um tiro em frente ao Parlamento, na capital Atenas, dando início a uma nova onda de protestos na Grécia.

O suicídio de um aposentado em praça pública gerou uma nova onda de protestos nas duas maiores cidades do país, Atenas e Tessalônica.

O homem, de 77 anos, suicidou-se com um tiro na cabeça na manhã desta quarta-feira (05/04), na Praça Sintagma, em frente ao Parlamento de Atenas, e deixou uma nota na qual afirma que sua pensão não dava para viver, depois dos muitos cortes que sofreu, e acusa o governo de traição.

Após o suicídio, cerca de 1.500 manifestantes ocuparam a praça Sintagma ao longo do dia. Algumas delas gritavam "não foi suicídio, foi assassinato". Outras rezaram e deixaram velas e notas de protesto ao lado da árvore onde se matou o idoso, contra a difícil situação econômica enfrentada pela Grécia.

À noite, o protesto se tornou violento. Alguns manifestantes jogaram pedras e bombas caseiras contra as tropas de choque da polícia, que responderam com bombas de gás lacrimogêneo.

Também em Tessalônica, a segunda mais importante cidade grega, concentraram-se milhares de pessoas. Mais protestos estão marcados para esta quinta-feira na Grécia.

Numa nota encontrada com o suicida, um farmacêutico aposentado de 77 anos, ele afirma que não tinha mais condições de sobreviver com a sua aposentadoria, reduzida devido aos cortes ordenados pelo governo.

"Não vejo outra solução além de um fim digno antes de começar a vasculhar a lata de lixo atrás de comida", diz a nota. O nome do aposentado não foi divulgado.

As taxas de suicídio subiram na Grécia desde que o governo do país passou a implementar uma série de medidas de austeridade com o obejtivo de reduzir o deficit público e o endividamento do Estado e garantir ajuda externa da União Europeia e do FMI. As aposentadorias foram fortemente afetadas pelos cortes.

AS/rtr/ap/lusa
Revisão: Marcio Pessôa
Fonte: DW

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato