Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

quarta-feira

Pastor Silas Malafaia: indicativos de neoliberalismo de direita entre “evangélicos”?

Querido colega Prof. Thiago

Eu e alguns professores somos muito agradecidos à nossa faculdade, onde gozamos da alegria de trabalhar e desfrutar do prazer da relação educacional com centenas de alunos/as, por nos oferecer gratuitamente o pós-graduação em Docência Universitária. Leciono um módulo com esse mesmo nome em vários cursos de pós-graduação, cujo apoio bibliográfico a Profª  Izabel e eu montamos, cada um trabalhando em salas de aula de acordo com nossa singularidade.   Porém, para mim, participar desse curso em nossa faculdade é de enorme enriquecimento pessoal e docente. Além dos conteúdos e atualizações tecnológicas, sinto a enorme alegria de conviver mais de perto com colegas, com quem tinha contatos superficiais na sala de professores, nos corredores ou em reuniões pedagógicas. E uma das minhas maiores satisfações foi a de te conhecer, agora, além de meu colega, meu amigo e irmão. Depois que degustamos juntos aquelas pamonhas (coisa maravilhosa que descobri aqui no Centro Oeste) - lembras?- afinamos idéias e interpretações sobre uma porção de coisas. Gosto de reconhecer, respeitar, elogiar e aprender com pessoas estudiosas, críticas e inteligentes. É isso que vejo em ti, meu amigo. Apesar de tua juventude e de um mestrado tecnológico recentemente concluído, é maravilhoso conversar contigo e receber os tesouros que sabes compartilhar com inteligência, graça e bom humor. Obrigado por tua amizade. Em breve visitarei um culto da comunidade onde atuas como  pastor, apesar de viveres de teu trabalho e não às custas de igreja, como muitos por aí.

Uma das conversas que tivemos, permito-me refletí-la aqui, por ser de conteúdo público, foi sobre esse espantoso mercado evangélico, particularmente sobre um dos seus donos, o pastor Silas Malafaia e as perseguições que promove a seus desafetos, como o fez com Caio Fábio.  Assisti a vários vídeos que circulam pela internet e confirmei seus ataques a Caio Fábio, sua falta de fundamento, histeria raivosa e medo da verdade. Rapaz, impressionei-me com coisas que Fábio revela sobre Silas Malafaia. É de arrepiar.

Porém, aqui e agora, reflito contigo sobre uma questão que eu mesmo presencio e que precisa de nossa análise crítica. Trata-se do direitismo de Silas Malafaia. Primeiro, pinçou, isolou, como método malandro de interpretação, aliás, eticamente desleal, as questões do aborto e do homossexualismo para atacar Dilma e apoiar José Serra. Na madrugada desta última terça-feira assisti a uma fala sua pela TV Bandeirantes: uma tentativa de autodefesa por apoiar Serra. Transparece em seu chororô que é criticado por outros pastores que o isolaram por sua tomada de posição partidária. Utiliza-se da Constituição Federal e de opiniões de parlamentares de direita para se justificar. É bom dizer que a leitura que ele faz de textos da Constituição é manipulada, para servir aos seus interesses preconceituosos e conservadores política e ideologicamente. Apóia-se em Tasso Jereissati, do PSDB, que o povo mandou embora do Senado e em Demóstenes Torres, Senador do Dem, que infelizmente foi reeleito. Ambos são assumida e reconhecidamente de direita. Para tanto, bate no peito, exibi-se, grita e baba dizendo que vai a comissões no Congresso Nacional, que conhece cada parlamentar e os modos como encaminham projetos e suas respectivas aprovações. Puro exibicionismo, muito apropriado à sua vaidade enormemente burguesa. 

O que se esconde por trás dessa caríssima gritaria, que o pastor gritão e esnobe não revela? A)a perseguição a homossexuais origina-se no nazismo, quando Hitler mandou milhões para o holocausto na Alemanha. Daí Silas grita que se sente perseguido por eles, que eles o denunciam a tribunais por preconceito e tal. Ora, Silas, tão poderoso e arrogante não deveria se intimidar por isso. Afinal, os homossexuais são minoria no Brasil e não o ameaçam objetivamente em nada. O pastor apenas se aproveita deles para se promover e esconder um artifício sobre o qual falarei mais abaixo. B) outra “bandeira” agarrada por Malafia é a do aborto. Aí ele se lava, aproveitando-se de preconceitos de evangélicos e católicos, como se fosse eleito para ser seu advogado e defensor. Mais uma vez pesca do contexto de entrevistas e discursos da então candidata Dilma, de documentos que apenas alinham algumas idéias para debate social sobre esse grave problema para milhões de mulheres, para declarar, sem revelar as verdadeiras razões, porque fez campanha para a candidatura neoliberal e direitista representada por José Serra. 

O pastor gritão não se preocupa em debater nenhum problema de modo profundo e sério. Declarou-se contrário a Dilma simplesmente porque acha que o PT defende o aborto e os homossexuais e mais nada. Não se preocupa que Serra representava o atraso, a entrega do Brasil ao imperialismo, a destruição de nossos parques industrial, agrícola, comercial, econômico e político. Nada. O que importa para Silas Malafaia é satisfazer o mercado evangélico neoliberal que lhe dá muito dinheiro. Para ele importava e importa é ajudar a difamar e derrotar o que Dilma representa: a soberania de nosso País, fortalecimento de nossa economia e de sua democracia, com muito mais distribuição de renda e de riquezas, incluindo milhões de pobres à vida social com dignidade. O gritão esconde seu compromisso neoliberal e de direita, até mesmo quando cita incisos e artigos de nossa Constituição. Pinça a palavra liberdade e a palavra livre para defender o mercado evangélico, onde se faz da fé espaço para ganhar dinheiro, muito dinheiro, com a venda de milhares de produtos e de milagrismos. Sem dúvidas, a candidatura Serra se prestava para isso e Serra se entregou a isso ao receber apoios de inúmeras “igrejas evangélicas”, onde, inclusive, prometeu combater os homossexuais e aborto. Silas esqueceu de dizer que Serra, quando ministro da saúde, formalizou o aborto no Brasil através de assistência a mulheres pobres pelo INSS e de que a esposa dele abortou. 

Então, homossexualismo e aborto serviram apenas de pretexto para Silas apoiar a direitista candidatura de Serra e se opor ao que Dilma representava. Malafaia apresenta-se como um “líder” de direita, com forte interesse em riquezas e muito dinheiro. A partir daí atropela e persegue a quem se opor ao seu projeto. Não acanha-se em diminuir arrogantemente seus adversários e a encontrar farisaicamente defeitos e graves pecados em suas biografias, bem como a campanha de Serra fez pelos órgãos de imprensa, por seus programas eleitorais, pela internet e por panfletos, muitos apócrifos e covardes, ao perseguir Dilma e outras pessoas. Nem nisso Silas é original, apenas copia e imita os velhos métodos nazi-fascistas.

O pastor gritão berra contra a falta de liberdade para expressão do pensamento com a eleição de Dilma. Para tanto fala mal  do socialismo, de países vizinhos que se encaminham para esse modelo por decisão de seus povos. Calunia o socialismo e o chama de ditadura fascista e tal. Defende a imprensa brasileira, a quem dá muito dinheiro arrancado dos crentes, seus clientes, como o maravilhoso baluarte da liberdade. Quanto cinismo e farisaísmo do pastor gritão. Ora, de que imprensa ele fala? Ele sabe que essa mídia dominante é antidemocrática e de direita. Claro que ele sabe e por isso se apóia nela. 

Portanto, o próprio gritão dá as pistas de seu horizonte ideológico. Ele é de direita e não quer perder espaço no mercado evangélico, onde se vende milagres, curandeirismo, bíblias, rações, pregações, conjuntos musicais etc, etc .

Colega Thiago, eu conheço muitos pastores evangélicos dignos, que são verdadeiros líderes populares e amigos do povo. Há poucos dias me reuni com alguns deles. São lutadores, pobres e trabalhadores. Eles abominam tipos como Silas Malafaia. 

Infelizmente não encontrei vídeo com o programa que assisti ontem pela madrugada, mas abaixo coloco um semelhante. Certamente já o conheces, mas sempre é bom exercitarmos nossa capacidade de interpretação para percebermos que o rei está nú.

Bueno, meu amigo Thiago, certamente ampliaremos nossa comunhão. Abraços e solidariedade. Deus te abençoe sempre. 






Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato