Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

domingo

Pensando em Jesus (III)


Sinto meu coração ferver pela experiência que tive na peregrinação de Sexta-feira Santa. Mas nessa manhã de Páscoa acordei renovado, animado, embora muito cansado. Voltei aos textos sagrados. Reli os relatos sobre a ressurreição. Vi mulheres em corrida, para dizer que vizualizaram o túmulo vazio e uma que viu o próprio Jesus ressuscitado . Vi novas fisionomias em velhos rostos, todos banhados por uma dinâmica impressionante. Vi Jesus partilhando pão e peixe. Vi Jesus desconstruir o racionalismo arrogante de Tomé, permitindo-lhe o uso sensorial do toque e da visão, para assimilar a ressurreição. A ressureição de Jesus só poder ser entendida com os toques, com o abraço e com a justiça. Ela cruza os caminhos da experiência e da prática...

Entendi que Páscoa é muito mais do que artifícios e cenários litúrgicos. Páscoa é passagem da morte para a vida, do desânimo para o ânimo, das injustiças para a justiça, do ódio para o amor, da covardia para a coragem. Compreendi que o Jesus da Páscoa é o mesmo palestinense que luta porque ama; que estende as mãos às mulheres brutalmente exploradas; que vai ao local do trabalho e “desorienta” homens e mulheres e os faz seguidores de seu projeto.

Enfim, deu-me uma vontade gigantesca de ressuscitar aqui e agora. Mas ressuscitar a ressurreição da libertação que luta bravamente contra o pecado das injustiças e que se move por sociedade mais, bem mais, muito mais justa, meio parecida com aquela da mesa onde Jesus serviu pão e vinho.
Pensei, senti, penso e sinto Jesus...

Dom Orvandil: Bispo cabano, farrapo e quilombola.

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato