Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

quarta-feira

Vitória Latino Americana com Evo Morales

Republicação corrigida.

No próximo domingo, dia 10, o País irmão, a Bolívia, enfrentará, por plebiscito, a oligarquia opressora, reacionária, golpista e pró-Estados Unidos, que atua no sentido de emancipar Santa Cruz de La Sierra, formando um novo país, com o apoio tresloucado e imperialista de Busch. A vitória do presidente indígena Evo Morales é fundamental para os indígenas, para o trabalhadores, para a reforma agrária, para democracia social da maioria dos explorados bolivianos e para toda a luta na América Latina. A oligarquia boliviana ainda detém força importante na economia daquele país, que lhe permite mobilidade para golpear e manipular o povo em favor de sua ganância e egoísmo estúpido e criminoso.

Aquela oligarquia detém boa parte da economia nacional boliviano e resiste às reformas políticas, sociais e econômicas empreendidas por Evo Morales. Por isso a vitória no dia 10 é essencial. Com ela o povo sinalizará mais força e pressão para que o governo popular, democrático e soberano avance, isolando os privilegiados, praticando as reformas, retirando de suas mãos as riquezas produzidas pelo povo e que para ele devem retornar em bens de saúde, salários dignos, distribuição e justiça social com eqüidade da renda nacional.

A vitória é indicada nas pesquisas de opinião como altamente provável. Felizmente o presidente Lula apóia o esforço do governo socialista boliviano. O sucesso favorável a Evo repercutirá no Brasil, onde ainda temos agarrado no Banco Central de nosso País a política neoliberal de arrocho do desenvolvimento, que nos impõe taxas altas de juros, uma das mais opressivas do mundo, com o objetivo de entravar nosso desenvolvimento democratizante da economia.

Nada, mas nada que se baseie na justiça, justifica que uma minoria privilegiada de um País como o nosso, da Bolívia e de qualquer outro de nossa América Latina, acumule tantas riquezas em cima das desgraças de nossos povos.

Não sou bispo de igreja imperial e medieval, dono da verdade e traidor de Jesus e do povo. Não sou isso, mas sou um bispo cabano e quilombola. Nessa condição minha fé e meu olhar para Jesus de Nazaré me jogam ao lado de Evo Mortales. Minha oração daqui pelo nosso vizinho é pela vitória no plebiscito no domingo. Digo mais, Evo, por nossa América Latina ensangüentada e oprimida pelas patas coloniais e imperialistas, tu tens obrigação de vencer e de avançar nas reformas. AMÉM! ALELUIA! Até a vitória, meu irmão!

DOM ORVANDIL M. BARBOSA
Bispo Cabano e Quilombola.

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato