Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

quinta-feira

Os lados escuro e luminoso do caso pastor Marco Feliciano





Caro Pastor Roberto Gondim



Antes de discutir o caso de Marco Feliciano permita-me dizer que aprecio imensamente suas posturas enquanto pastor e teólogo. Há alguns anos que percebo sua atuação crítica nos meios teológicos e acadêmicos. O senhor se movimenta na contra mão da grande maioria vazia e amante de dízimos extorquidos de nosso povo, na marra, que vai às igrejas buscar graça curadora e libertadora e acaba por ser assaltado enquanto suas consciências são amarradas nos troncos do medo e da satanização de tudo e de todos. Ainda hoje conversei com uma pessoa que me contou que freqüentou uma dessas igrejas que exploram os pobres para enriquecer “pastores” e “bispos”, além de custear compras de rádios e de TVs. Disse-me que a pressão é tão grande sobre os freqüentadores de shows de igrejas que quando ela não tinha nenhum centavo para dar saia do templo com a impressão de que desobedecera a Deus e de que, por isso, o diabo a pegaria. Outro amigo compartilhou comigo que foi a uma dessas igrejas no último domingo à noite. Escandalizou-se ao ver o “pastor” pedir dízimos por quatro vezes. Iniciou, desrespeitando o bairro pobre onde se situa a arapuca armada para capturar dinheiro do povo, pedindo cem mil reais, baixando, na última rodada de pressões armadas de ameaças com castigos do demônio, a moedas, dando clara ideia de que queria tudo o que o povo possuía, inclusive seus últimos centavos. Não leu a Bíblia nenhuma vez nem se esforçou para falar em Jesus. Falou todo o tempo em demônio e em satanás.  Por isso concordo com quem disse que essas igrejas deveriam ser investigadas pelo Ministério Público e pela Policia Federal.  



As notícias dão conta de que o senhor, Pastor Gondim, é marginalizado pelos “pastores” que praticam a carnificina financeira do povo, em nome da fé e de uma tal de “teologia” da prosperidade. Diga-se: prosperidade deles.  Graças à sua crítica o senhor é tratado como herege. 


As notícias dizem que o senhor prefere o diálogo com os movimentos sociais, com os ateus de boa vontade e com os homossexuais do que com esse seguimento fanático. Isso é animador: o diálogo é muito mais frutífero e libertador do que os dogmas dos exploradores, que se acham donos de Jesus, dos evangelhos e amam mencionar os poderes diabólicos para enriquecer. Até se parecem com certos advogados e juízes que preferem muito mais os criminosos à justiça, porque os crimes lhes dão lucros e riquezas. 



Por outro lado, prezado Pastor Roberto Gondim, o senhor parece que gosta de dialogar sozinho. Não gosta de conversar com outros que já estão nesse campo há muito tempo. O senhor parece se comportar como alguns petistas que pensam que o Brasil começou quando o PT passou a existir. A prova de sua “solitudine” são os vários comentários que postei em seu site, aliás, muito bonito e caro, e os e-mails que lhe enviei mencionando possibilidades de atuarmos juntos em algumas questões ecumênicas e sociais. O senhor censurou, bem ao estilo PIG, todos meus comentários sem publicá-los e não respondeu aos meus e-mails. É uma pena. Tal atitude enfraquece suas críticas e lançam dúvidas sobre sua pretensa boa vontade de dialogar. Diálogo solitário não existe e vira arrogância. 



Contudo, caro Pastor Gondim, suas críticas referentes a atuação do falsário pastor Marco Feliciano, são justas. O senhor diz em entrevista ao Estadão (aqui) que Feliciano foi eleito por alienados. Apesar da enorme bolsa de votos que o levou à Câmara de Deputados, é verdade. O senhor disse com razão que esse tipo de deputado não se elege para enfrentar os problemas do País, mas para representar suas igrejas conservadoras, reacionárias e racistas. É verdade. Tanto que as denúncias se acumulam expondo que muitos “pastores” se empregam com Marco Feliciano para receber salários em torno de sete mil reais, valor que poucas igrejas da “teologia” da prosperidade teriam condições de pagar a seus “pastores” no Brasil. Pior, os “santos” homens recebem salários do dinheiro público sem prestar serviço algum ao povo. O senhor ainda denuncia que Feliciano segue uma teologia racista, que diminui os negros e que alimenta a condição escrava que orienta o capitalismo. Uma “teologia” que parece ser novidade, mas que não é nova. A grande maioria das igrejas “evangélicas” veio dos Estados Unidos desde o século 19 para ajudar a expandir a “democracia” americana e seu domínio no Brasil e na América Latina. Aqui pregaram sobre um “evangelho” para brancos de igreja embranquecida, com protótipo branco e desenhando os Estados Unidos como o paraíso na terra. Em virtude desse valor milhares de jovens migraram para os Estados Unidos para estudar, inclusive o senhor, e, ao voltar, olhavam para seus irmãos com olhos de superioridade. Muitos dos que para lá não foram selecionados como os queridinhos das cúpulas eclesiásticas e dos seminários se sentiam inferiorizados. Lembro de um colega e amigo, meu conterrâneo e estudante do mesmo seminário que eu. Gostávamos um do outro. Ele foi selecionado para morar e estudar nos Estados Unidos. Que decepção quando ao me visitar em Santa Maria - RS permaneceu fora do portão de minha casa, sem entrar alegando que não se sentia bem entrar numa casa pastoral tão pobre. Muitos estudam entre os gringos, fazem graduação e pulam para doutorados fáceis e depois retornam “doutores” e frios com suas raízes, afinal, como se misturar com gente tão ignorante?



Duvido que Marco Feliciano estudasse e estude alguma coisa. Seu português é raso, carregado de gerúndios asquerosos, seu conteúdo é recheado de lugares comuns dos discursadores que fazem cursinhos de oratórias na linha neurolinguística, com o objetivo de impressionar e enrolar o público em suas propagandas enganosas. Sua ideologia racista e homo fóbica é de direita e rasteira, também sem nenhuma novidade. Por isso rapidamente ganha o apoio do não menos superficial e cuspidor de asneiras, Silas Malafaia, que casou o nazista Jair Bolsonaro. Fanáticos levantam a falsa bandeira nas redes sociais alegando que Feliciano os representa, inclusive, nas perseguições por ser cristão. Ora, isso é pura mistificação e distorção da verdade. 



O que se vê é Marco Feliciano e seu partidinho servidor da direita (PSC), criado por Joaquim Roriz, o corrupto mor de Brasília, usurpar um cargo historicamente líder do movimento de defesa dos direitos humanos. Marco Feliciano nasce da escuridão e para a escuridão quer empurrar a luta pela defesa dos direitos humanos. Por essa razão tem que ser demitido. Demitido também do cargo de deputado federal, já que não se interessa pelo Brasil e pelos seus graves problemas sociais. Postou-se na Câmara para prestar serviços escusos à direita, ao sectarismo e à intolerância religiosa, caldos apropriados para o golpe e para a colaboração com o imperialismo. 



No título acima destaco o lado luminoso do caso Feliciano. É verdade. Sua condução à presidência da Comissão dos Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados mostra vários problemas: um é o da omissão da esquerda; Feliciano elegeu-se pela omissão dos que se ausentaram de suas responsabilidades em face dos direitos humanos. O contraditório desmascara a direita evangélica que deseja impor um estado teocrático, conservador, direitista, corrupto, racista, sectário e intolerante. A eleição daquele medíocre escancarou esse escândalo. Outra luminosidade que, como a luz, entra pelas frestas do poder, são os protestos, as mobilizações, as ações populares e estudantis que se levantam em todo o País. Isso é maravilhoso. Mostra que nosso povo não afundou na alienação nem se acomodou. Essa energia afastará o facínora que ocupa indevidamente um cargo que não tem condições de liderar e, após esse movimento, a energia luminosa e mobilizadora seguirá na direção de outras pressões. 



Abraços críticos e fraternos na luta pela justiça e pela paz.



Dom Orvandil: bispo cabano, farrapo e republicano.

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato