Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

quinta-feira

E agora, Zé?



Sr. José Serra
Sem sombra de dúvidas, esse é um momento para reflexão. Reflexão sobre política e sobre tua participação nessas eleições.
1.     Tua história contraditória:  penso que poderias ser diferente e tua posição na vida poderia ser bem outra se fosses fiel e leal ao teu início político. Participaste da luta armada contra a ditadura terrorista, foste antes presidente da gloriosa UNE, te exilaste  no Chile socialista de Salvador Allende, conviveste com revolucionários e lutadores contra o terror que tomou conta da América Latina. Mas, ao retornares ao Brasil onde nós lutamos amordaçados enquanto passeavas pelo mundo, mostraste alinhamento com a direita e tua postura pessoal sempre foi de arrogância e de desrespeito a trabalhadores e funcionários que te serviram nos vários cargos públicos que ocupaste. Então, parece que te envolveste numa história esquizofrênica: no teu programa de TV exibias fotos como presidente da UNE em reunião com o patriota Presidente João Goulart, mas também caluniavas  Dilma,  José Dirceu, o MST, o Presidente Lula, as Farc, o Presidente Hugo Chaves, o Presidente Evo Morales etc, num discurso rançoso, carregado de ódio e muito semelhante aos interesses imperialistas. Esta é uma hora de decisão: deves decidir de que lado estás, se junto aos traidores da Pátria Brasileira ou no caminho do povo, que te rejeitou nessas eleições, novamente.
2.     Saiste “... menor dessas eleições”: O Presidente Lula declarou, logo após votar em Dilma, que “Serra sairá menor dessas eleições”. Ele tem razão, José Serra. Entre trabalhar honestamente teu projeto de governo, debatê-lo com a sociedade e rebaixar a campanha eleitoral, preferiste seguir este caminho. Seguiste o rumo da calúnia sórdida, da mentira, do ódio e da divisão. Puxaste para teu lado o que historicamente há de pior em termos de traição ao Brasil: privatização, privilégio da elite dominante impatriótica, desnacionalizante, vendilhã e golpista. Saiste menor por rebaixares o debate político e por promoveres o ódio e virares “cristão” teatral ora católico ora evangélico, dependendo da circunstância. Saiste menor por promoveres calúnias sórdidas, feias, ofensivas, mentirosas, anônimas e covardes contra Dilma e o Presidente Lula. Saiste menor porque acirraste a divisão entre irmãos brasileiros. Que coisa feia, Serra, o que fizeste com Dilma em teus programas e nos debates de TV, expondo evidente machismo e preconceito contra a mulher. Nunca tiveste coragem de afirmar que és machista, mas para bons entendedores isso foi claríssimo.
3.     Tua derrota foi boa para o Brasil: Tua trajetória pelos ministérios nos tempos em que foste governo com FHC  e pelo governo de São Paulo é crivada de privatizações, de violências contra os trabalhadores, de elitização do estado e de abandono dos projetos sociais que qualifiquem as vidas dos pobres. Assessores de tua campanha não conseguiram segurar suas línguas e declararam que privatizarias o pré-sal. Teu mestre FHC foi flagrado, dias antes do segundo turno,  em um hotel de Foz de Iguaçu em reunião com empresários estrangeiros e brasileiros para tratar do esquartejamento da Petrobrás para favorecer sua privatização. O encontro teve como nome “oportunidade de grandes negócios no Brasil”. Tua eleição significaria afronta aos direitos dos trabalhadores, a jogar a polícia sobre os  movimentos sociais, como o fizeste em São Paulo. Reforçaria os preconceitos contra o povo, os trabalhadores e as mulheres. Distribuirias canais de TV para Silas Malafaia, para pastores, padres e bispos conservadores que caluniaram Dilma e a esquerda brasileira, reforçando o conservadorismo e a direita no Brasil. Tua derrota mostra que a direita, sempre muita rancorosa, manipuladora, mistificadora e golpista não tem mais força contra o povo que avança em direção a conquistas de mais direitos.
4.     O que farás? Aqui com meus botões me pergunto por teu destino político. Penso: se Serra fosse humilde poderia fazer auto-crítica e voltar-se aos interesses nacionais e populares. Se realmente amasse seu pai e sua mãe, tão humildes trabalhadores, abriria mão da direita e retomaria o início de sua história, somando-se ao povo. Abandonaria o caminho de FHC, Aécio Neves, o demotucanato e se converteria ao povo. Mas isso é impossível para ti, não é? Aspiras ser um Carlos Lacerda, sem nunca sê-lo, provocador de crises e instabilidades políticas. Aspiras liderar a oposição contra Dilma. Esperas te respaldar nos governadores demotucanos que se elegeram nesse pleito. Mas eles são oportunistas o suficiente para não se atritar com o governo federal em troca de recursos para projetos populares nem que depois façam como André Puccineli-MS, traindo Lula.

Hoje acordamos aliviados com tua derrota e com o prosseguimento do desenvolvimento iniciado por Lula, em continuação com Dilma. Nossa luta ainda será imensa, mas muito mais fácil sem ti, graças a Deus.

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato