Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

quarta-feira

Um “diário de classe" para criticar, apoiar e dar a luz a uma líder






Querida Isadora Faber

Vi tua página no Facebook. Percebi que a partir dela te tornaste uma celebridade. És famosa no Brasil e no exterior. Isso é ótimo.

Impressiono-me pelo fato de tua página conter denúncias sobre o estado de deterioração da escola onde estudas em Florianópolis. Claro, consegues estender a crítica às escolas públicas de modo geral. 

O noticiário dá conta de inúmeras conquistas obtidas ao bem estar da escola a partir de denúncias que fizeste. Bom resultado conquistaste. 

Certamente a tua idade de 13 anos chama a atenção, principalmente pelo nível de consciência que revelas.  Usas uma página das redes sociais para protestar e conscientizar. Na qualidade de estudante das séries iniciais utilizas essa ferramenta da mídia com extrema competência. És uma educanda, na concepção de Paulo Freire. Educanda faz educação, também. Educas a educação e os educadores. Assim, escrevendo, expondo fotos que mostram os problemas materiais de tua escola, criticando a falta de condições para educação de qualidade revelas intuição crítica de que a educação não se reduz a instituições fechadas, mas que têm fortes laços de ligações com a sociedade. E esta deve conhecer o que acontece nas escolas embora a escola deva ser espaço de permanente estudo, crítica e presença social. 

Outro dado que chama a atenção em tua página é o fato de tua consciência crítica em plena adolescência. Testemunhas que nessa fase as pessoas podem conscientizar-se de sua realidade social e de que podem utilizar as redes sociais para compartilhar opiniões sobre educação, saúde, juventude, política, segurança etc e ajudar a formar consciência cidadã. Outro dia vi no Facebook a euforia de meu amigo Prof. Saulo Velasco Bastos com sua filha Geórgia de apenas com 12 anos assumir a presidência do grêmio estudantil em sua escola, em Caxias do Sul. Tal testemunho do Saulo ao lado do teu é maravilhosamente esperançoso. 

Os depoimentos que teus familiares e amigos deram sobre tua iniciativa dizem que silenciosamente entras em teu quarto e do computador colocas na agenda do mundo as preocupações com tua escola, com a educação, com teus colegas e com o ambiente social. Provas que é possível e viável que a juventude se envolva com a luta pelas transformações do mundo em que vivem. 

Li em tua página e vi pela mídia televisiva que recebes muitas críticas e que tua família se tornou alvo de perseguição. É assim mesmo Isadora. Tua luta pela educação mexe em outras vigas e interesses da sociedade. Aí está mais uma prova de que a educação não é isolada. Ela é parte vital integrante da sociedade. Quem não quer a juventude ativa e militante em favor de mudanças sérias não vê com bons olhos uma guria linda e inteligente envolver-se na busca de mais dignidade educacional. Os que preferem as crianças, adolescentes e jovens usar a internet para futilidades e sacanagens não vêm com boa vontade uma pessoa tão jovem quanto tu lutando pelos direitos de todos. 

Porém, felizmente, mesmo perseguida e constrangida não desististe nem retiraste tua página do Facebook. Pelo contrário, denuncias as perseguições e mostras as consequências sobre tua família dos atentados que sofres. Continua Isadora. Não desiste. Não desanima. Lembra que todas as pessoas que lutaram para mudar o mundo sofreram algum tipo de perseguição. Daqui a pouco verás nos ensinos de história que Jesus sofreu atrozmente por lutar para mudar o mundo. Aprenderás que Marx foi violentamente perseguido por mostrar que não basta interpretar o mundo, mas que há que mudá-lo na prática e na luta. Verás que todos/as os que plantaram as sementes das mudanças nessa América Latina sofreram perseguições e muitos foram mortos de maneira cruel. Tupac Amaru foi preso pelos colonizadores no Peru e puxado pelos braços e pelas pernas por quatro cavalos até ser esquartejado, tudo por ser um líder que lutou contra os colonizadores na defesa de seus irmãos indígenas e por sua cultura, invadida e desrespeitada pelos colonizadores. Certamente não sofrerás esse tipo de agrura, mas te fortalecerás com qualquer coisa que fizerem contra ti e tua família.

Desejo solidarizar-me contigo, com teus familiares e com tua luta. Se persistires humildemente, sem te envaideceres com as tentativas de cooptação que mídia fará contigo, essa é a pior das perseguições, certamente de ti nascerá uma grande líder que acredita na educação, que crê na crítica, que se levanta para protestar, que se coloca teus dedinhos sobre o teclado para contribuir com um mundo mais justo.

Força aí, Isadora. Deus te abençoe. Abraços críticos e fraternos.

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato