Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

segunda-feira

Na Venezuela como aqui a direita é mentirosa, mistificadora e golpista

0 de Agosto de 2012 
Jornalista denuncia armadilha da oposição contra Hugo Chávez  

Nesta segunda-feira (20) o jornalista José Vicente Rangel, denunciou em sua coluna O Espelho, publicada no jornal Últimas Notícias, a armadilha que está sendo preparada desde o setor mais radical da oposição, com vistas para deslegitimar o sistema eleitoral e quabrar a democracia venezuelana.



O jornalista adverte que a direita repete atitudes desestabilizadoras e antidemocráticas, como fizeram em 2005, durante as eleições parlamentares as quais não se apresentaram com a finalidade de mostrar ao mundo que o sistema venezuelano não era confiável.


Leia também:

Rangel explica que hoje, quando se desenvolve no país um processo eleitoral “atípico”, que confronta dois modelos de país completamente opostos, a ultradireita “monta uma armadilhada cuidadosamente com dimensão e notoriedade” que se evidencia de várias maneiras.


Entre as táticas da oposição “venenosas e agressivas”, destacam a pregação nos meios de comunicação nacionais e internacionais da ideia de que a Venezuela vive uma ditadura; a criação de uma matiz que mostra que o sistema eleitoral não é confiável, que o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) é uma instituição frágil “a serviço do governo” e atacar o candidato Chávez por suposta vantagem eleitoral.


O veterano comunicador, enfatiza suas denuncias sobre o perigo de que estas ações armadas por parte dos setores mais violentos da oposição – apoiada e reforçada logisticamente com fundos provenientes do estrangeiro e o uso severo dos meios de comunicação – alcancem uma quebra da democracia no país, num plano armado desde fora e que aponta que o país volte para as mãos dos setores poderosos tradicionais.


Além disso, ressaltou que esta armação opositora possui um elemento “oculto” que representa uma ameaça para a estrutura democrática: uma política de desestabilização da Força Armada Nacional Bolivariana (FANB), com a preparação de grupos armados que operariam nas ruas, quando se dessem os resultados das eleições e estes não fossem favoráveis.

Fonte: Agência Venezuelana de Notícias

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato