Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

quarta-feira

Vampiros ameaçam “vampirizar” a Presidenta Dilma







Querido profeta Oséias


As questões da justiça social,  das alianças e  rupturas de compromissos para a luta pela libertação do povo são historicamente complicadas. Em muitos casos, até mesmo o Velho Testamento bíblico mostra isso, a responsabilidade ética com a justiça social é quebrada por pressões de poderosos, transformando a injustiça em monstruosas opressões, principalmente contra os que produzem e contra os pobres. Ao longo da história gigantescas traições de quem deveria proteger o povo o desprotegeu e esmagou, inclusive com o silêncio da religião e sua omissão. Os profetas, como bem o sabes, que nem sempre foram religiosos, exerceram funções primorosas de denunciar as traições e desvios dos governantes, quando quebravam a aliança de defender o povo.


Pois bem, Oséias, a nossa Presidenta Dilma nos orgulha a frente do Governo Federal. Sinceramente eu apoiei e apoio a Presidenta contra o neoliberalismo entreguista e privatista. Na campanha eleitoral empunhei a bandeira de sua candidatura e lutei por ela. Emocionei-me com sua posse. Ela representa o que há de melhor em nosso povo brasileiro: é mulher heroína e guerreira; é competente como técnica e intransigente com a coisa pública. Seu envolvimento na luta contra a derrubada da ditadura e sua substituição por um regime democrático de desenvolvimento, vivenciando as agruras das prisões e torturas, a engrandecem e enobrecem o Brasil. 


Porém, certas medidas da Presidenta Dilma me preocupam e indignam. Assim foi quando privatizou os aeroportos, desconsiderando a ira nacionalista de nosso povo e da própria classe trabalhadora, desaguando nas empresas estrangeiras, que abocanharam os aeroportos, boa parte de fundos públicos do BNDS. A Presidenta só escutou o Ministro Guido Mantega na prática neoliberal de privatizar os aeroportos. Isso foi ruim e injusto ao empresariado nacional e público. 


Desde 2010, ou antes, as indústrias brasileiras dão fortes e gritantes sinais de colapso. A Presidenta Dilma novamente só escuta o Ministro neoliberal da Fazenda, que muda seus números de crescimento e decrescimento do PIB a todos os momentos, como bem entende, sem o menor cuidado com a verdade e com a Nação. Está aí a crise, que ameaça o desenvolvimento nos ritmos do Governo Lula. Voltou o odioso desemprego, que tanto infernizou nossa classe trabalhadora.  


Agora, para piorar, a Presidenta comete mais dois erros crassos e profundamente injustos. Ameaça privatizar boa parte das estradas federais. Quer dizer, quando o neoliberalismo apátrida, perverso e subserviente ao imperialismo fracassa em todo o mundo, principalmente na Europa e Estados Unidos, quando os banqueiros, sempre muito egoístas e concentradores de riquezas, batem às portas do Estado de chapéus nas mãos, vampirizando as riquezas nacionais, nossa Presidenta se inclina a iniciativas privatizantes, bem ao gosto dos piores traidores do desenvolvimento. A outra tropelia é virar as costas aos trabalhadores e funcionários públicos, arrochados em seus salários há 13 anos, negando-se a negociar. Isso também é coisa de FHC, que invés de atender as grandes reivindicações virava as costas aos trabalhadores e ainda os tratava a patadas de cavalos e de policiais odiosos e mal amados. O erro da Presidenta e de seu Governo redunda em movimento de protesto das Centrais Sindicais contra ela. Justamente a classe trabalhadora através de seus sindicatos, as mesmas que seguraram a barra do Presidente Lula quando quase sofreu impeachment dos neoliberais que inventaram o mentiroso mensalão, com o objetivo de derrubá-lo, cujas Centrais ombrearam a candidatura da Presidenta, quando ameaçada pelas mentiras de José Serra, de Marina Silva, da mídia dominante, de católicos e evangélicos de direita. 


Pois é, a coisa é tão grave que a Presidenta já é elogiada e acolhida pela mídia manipuladora, mentirosa e farsante e pelo próprio inimigo do Brasil, que quase o destruiu, o malfadado Fernando Henrique Cardoso, expulso da Sociedade para o Progresso da Ciência do Brasil por negar a verdade científica e o valor da pesquisa. É assustador quando a raposa elogia o galo: é sinal de que o galinheiro corre riscos de ser assaltado pelo acordo entre o galo traidor e a raposa rapinante. 


É triste tudo isso. Onde fica a luta da guria Dilma, que entregou sua juventude pela revolução? Onde está a defesa da Nação brasileira contra seus inimigos internos e externos? 


Pergunto aos meus botões, caro Oséias, onde Dilma alimenta esse desvio do compromisso feito com a Nação? Será que ela se submete às orientações do seu neoliberal Ministro Guido Mantega, sempre sensível aos banqueiros e às multinacionais? Por que ela não o demite e não o substitui por alguém que seja patriota? Ou será que Michel Temer, seu vice-presidente, que exerceu odioso papel durante o desgoverno de FHC ao defender as privatizações e o apagão do desenvolvimento nacional e econômico? Será que a Presidenta fragiliza uma aliança que deveria contar com o PMDB para engrossar o caudal de avanços que Lula iniciou por escutar o amigo do PIG e de FHC?


Em todo o caso a Presidenta Dilma ainda conta com fôlego nacional para retomar o curso do desenvolvimento com mais justiça social, com mais emprego, educação, saúde e investimentos na indústria nacional. Ainda há tempo. Caso contrario teremos que construir novo caminho. É bem melhor e mais barato que Dilma seja fiel à aliança com o povo e com a soberania nacional. 


Abraços críticos e fraternos.



As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato