Novo endereço

Este blog mora em outro endereço. Acesse +Cartas e Reflexões Proféticas e divulgue, por gentileza!

Pesquisar este blog

segunda-feira

A vitória de Hugo Chaves é a derrota da direita e do imperialismo

 

 

Mais de cem cidades pelo mundo lançarão campanha em apoio à reeleição de Chávez
 
Atividades culturais estão previstas com participação de diversos movimentos sociais e partidos políticos

Manifestações populares em mais de cem cidades na Europa e na América realizarão nesta terça-feira (24/07) uma mobilização internacional em apoio à reeleição do presidente venezuelano Hugo Chávez.

Com o lema “Hugo Chávez, sua vitória será nossa vitória”, uma série de movimentos sociais, organizações não-governamentais e partidos políticos preparam passeatas e eventos culturais para manifestar solidariedade ao líder sul-americano.

O nome do evento é inspirado em uma mensagem em vídeo do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva a Chávez, divulgada durante o evento de encerramento do último Foro de São Paulo, realizado no dia 6 de julho em Caracas: "Chávez, conta comigo, conta com o PT, conta com a solidariedade e apoio de cada militante de esquerda, de cada democrata e de cada latino-americano. Sua vitória será nossa vitória".

"Trata-se de uma demonstração de articulação entre os diversos grupos sociais e os partidos de esquerda em todo o mundo para mostrar o apoio à Revolução Bolivariana", afirma Dário Vivas, integrante do PSUV (Partido Socialista Unido da Venezuela), principal legenda na coligação que apóia a candidatura de Chávez, em entrevista ao programa de TV Toda Venezuela nesta segunda-feira (23/07).


A mobilização é coordenada pelo site Povos do Mundo Unidos pela Venezuela, e a programação pode ser encontrada nesse link. As manifestações foram acordadas durante a realização do Foro de São Paulo como parte da estratégia para combater o que os participante da conferência consideram uma campanha articulada de descrédito ao próximo pleito presidencial.

Entre as cidades envolvidas estão Nova York, San Francisco, Chicago, Hosuton, Londres, Paris, Bruxelas, Madri, Barcelona, Bilbao, Berlim, Moscou, Ottawa, Edmonton, Vancouver, Buenos Aires, Santiago, Cidade do México, Lima, Bogotá, San Salvador, Montevidéu, Manágua, San Juan e Quito. No Brasil, estão incluídos na lista cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.

Os eventos ocorrem, não por coincidência, na data do 229º aniversário de Simón Bolívar, líder militar venezuelano que comandou as guerras que resultaram na independência de vários países sul-americanos (como Venezuela, Colômbia, Bolívia, Equador e Peru) e o Panamá (na época, pertencente à Colômbia) do domínio espanhol.

A eleição presidencial venezuelana será realizada no dia 7 de outubro em turno único. O vencedor comandará os rumos do país nos próximos seis anos. De acordo com as mais recentes pesquisas de opinião, Chávez aparece com folgada vantagem (de 15 a 20 pontos percentuais) em relação ao seu principal rival, Henrique Capriles, atual governador do Estado de Miranda.

Fonte: Opera Mundi

As 10 postagens mais acessadas

Postagens antigas

Seguidores deste blog

Curta e compartilhe

 
Desenvolvido por MeteoraDesign.Blogspot.com | Contato